Donos do site Brazil-Series são presos em operação policial

Se você é daqueles que adora baixar filmes, séries e programas da Internet e acha que nada vai acontecer porque isso aqui é Brasil, é melhor você pensar de novo. Segundo matéria da Folha, a polícia de São José dos Campos, em São Paulo, prendeu neste dia 15, os administradores do site Brazil-Series por violação de direitos autorais, com base no artigo 184 do Código Penal Brasileiro. Se condenados, a pena pode chegar a quatro anos de reclusão. A prisão foi feita em flagrante.

A investigação sobre o site foi desencadeada pela APCM, Associação Antipirataria Cinema e Música, em 2007. A organização chegou às pessoas por meio de sites de relacionamento, como Orkut e Twitter.

A polícia encontrou computador, notebook, várias listas de papel com filmes e seriados, milhares de DVDs – eram mídias coloridas e queimadas. 90% [do conteúdo] das mídias estava no site deles”, disse o gerente jurídico e operacional da entidade, Edner de Toledo Alves Bastos. “No site, há vários administradores e designers, o que caracteriza formação de quadrilha”, declarou.

No momento em que essa matéria é escrita, ainda é possível acessar o site. Na Internet, existem vários sites de compartilhamento legal como por exemplo o Jamendo.

E você, o que acha da pirataria? Não deixe de dar sua opinião abaixo!

Anúncios
Esse post foi publicado em Destaque e marcado , , . Guardar link permanente.

121 respostas para Donos do site Brazil-Series são presos em operação policial

  1. Luiz Felipe disse:

    Interessante, acho importante o combate a conteúdo desse gênero, porém complicado, já que é possível encontrá-lo em qualquer lugar.
    Esse site foi fechado, mas ainda existem milhares, acho que o importante é que serviu para deixar os donos de outros sites com medo.
    O que me deixa intrigado é a publicação de Animes e Mangás, por exemplo. Se não tem Animes legendados pelos próprios criadores, qual o problema de disponibilizar aqui no Brasil, por exemplo, de graça pela internet? Eles não estão perdendo cliente – consequentemente dinheiro -, pois ninguém que não saiba japonês compraria um anime sem legenda.

    Primeira vez que acesso este site, e podem acreditar, voltarei muitas vezes. Parabéns pela qualidade do conteúdo.

    Abraços.

  2. Pingback: Tweets that mention Donos do site Brazil-Series são presos em operação policial | keepgeek -- Topsy.com

  3. Anônimo disse:

    Enquanto quem MATA esta solto pelas ruas, ficam investigando sites de pirataria… faça-me o favor. Formação de quadrilha? Estou rindo. Não baixa nada que não seja free na internet mais uma coisa é certa a pirataria na internet NUNCA vai acabar.

  4. Zeca disse:

    Voces poderiam esclarecer o conteudo do artigo 184 do Código Penal Brasileiro, pra deixar mais clara a materia?

    Eu acho pertinente ao fato abordado. Sobre o caso, eu acho muito complicado agir juridicamente na internet, hoje em dia blogs sao acoplados a servidores em qualquer lugar do mundo. Enquanto nao igualarem as leis do mundo virtual no WWW mesmo, vai ficar complicado.

  5. netto disse:

    Pois é… um bandido policial planeja e executa a namorada e não é preso, agora outro sujeito apenas copia obras dos outros e distribui gratuitamente é preso!
    Sites como esse fecha 1 e abre 1000, não adianta, seria melhor se a APCM sensibilizasse seus afiliados a vender o produto por um preço mais justo. Eles super faturam o preço, ganham na venda, no direito de reprodução, na citação, na divulgação, do governo como incentivo à cultura e ainda assim vendem por preços absurdos. A M$ é pirateada e ganha bilhões, os autores do Linux distribuem livremente e ganham “horrores” apenas em direitos autorais que os usuários pagam pelo prazer e pela qualidade, porque não fazer o mesmo por esses produtos distribuidos pelo site citado?!

    • David disse:

      Copia nada, neguim TRADUZ OS EPISÓDIOS LOGO APÓS A SUA EXIBIÇÃO NOS EE.UU. E MUITAS VEZES O TRABALHO DELES É MELHOR DO QUE O DE MUITAS DISTRIBUIDORAS POR AÍ.

  6. Rafael disse:

    Importante combater a pirataria, mas não adianta começar por sites que não tem lucro, e sim pelos camelôs, onde é muito fácil comprar filmes por 2 reais, e está em qualquer esquina, e em quase todas as cidades do Brasil (pelo menos nas que eu fui tinha). E também falta o interesse dos produtores em vender filmes on-line, já tem alguns sites no mercados, mas ainda é um mercado muito restrito. Um box de uma temporada de algum seriado, custa cerca de 60 80 reais, e quem tem esse dinheiro? Pelo menos eu não… Se as produtoras vendesse apenas o material virtualmente sairia muito mais barato, e acessível a mais pessoas.

  7. Em breve ninguem vai “baixar” mais nada. Quase tudo é por streaming. E se já é difícil acusar alguem por baixar filmes (o que não é o caso relatado, pois eles não só baixavam como também disponibilizavam), como culpar então quem assiste coisas por streaming?

    Eu acho que assistir coisas de graça pela rede é simplesmente inevitável. A própria indústria fonográfica nos EUA já desistiu. Nunca mais ouvi falar dos processos que ocorriam aos milhares uns anos atrás. Alias acho sinceramente que eles nunca imaginaram que iriam resolver alguma coisa, pra mim aqueles tantos processos era só uma forma de “ganhar algum enquanto ainda podiam”, já sabendo o desfecho inevitável.

  8. Raíssa disse:

    Oi? como assim? concordo com o fulano ai de cima, com tantos assassinos, como um Bruno da vida, soltos, ou quase soltos, a justiça vem implicar com pirataria de internet? Por favor! vamos colocar as cartas na mesa, né? E vem falar de Brasil…deveriam se preocupar com coisas mais importantes.E tb acho q a pirataria da internet nunca vai acabar e nem pode…E sem ser noção, colocar pirataria como crime, e deixar assassinos, bandidos, inescrupulosos, pedófilos etc, etc, soltos, isso sim, é um crime da pior espécie. E é por isso q o Brasil não vai pra frente, é pq nunca se preocupam com o q realmente importa, nunca. SEM MAIS. MINHA OPINIÃO.

  9. Niks disse:

    Isso é uma palhaçada… repito o que foi dito acima: “Enquanto quem MATA esta solto pelas ruas, ficam investigando sites de pirataria… faça-me o favor”

    O futuro da internet e do mercado de entretenimento é o “FREE” como diz no livro best seller internacional “FREE, o furuto dos preços.” do renomado editor chefe da revista Wired e ex editor da The Economist, Chris Anderson.

  10. Ana Cecília disse:

    acho uma perca de tempo…enquanto tem bandidos ai assaltando e matando o povo honesto …tem gente que vai se importar com algo “quase” impossivel de acabar..enquanto detem um dono de site existem milhares e milhares de site nao so brasileiros mais como de outros paises disponibilizando esse tipo de conteudo…vamos combinar neh? e melhor pirataria via internet do que arrastoes ,assaltos em massa, pistolagem ?a policia tem mais com que se preocupar…olha o tanto de criança no meio da rua?olha o tanto de mulher sendo agredida pelos maridos…faça me o favor…vamos olhar pra algo que seja possivel de acabar!acho essa busca por hora um tanto quanto futil!pq e a mesma coisa de querer secar o mar com um conta gotas…

  11. Mike disse:

    Que absurdo, as emissoras fazem o que querem com os fans, uma serie americana demora ate 1, 2 meses para chegar no pais… NOS BRASILEIROS TEMOS O DIREITO DE SERMOS FAAAAANS e fã quer as coisas rápido, nao gosta de ficar esperando, até porque na internet, achar um SPOILER é facil, o que arruina o acompanhamento da série.

    SE VOCES SE PREOCUPAM TANTO COM A PIRATARIA NO BRASIL, DEVIAM SE PREOCUPAR MAIS COM A PIRATARIA NA POLÍTICA, QUE É UM A COISA MAIS IMUNDA DA NAÇÃO E VEZ C***** E ANDAM!

    FIKA A DIKA!

  12. nando disse:

    Que maravilha, prejudicaram duas pessoas que estavam disseminando cultura, provavelmente inacessível de outra forma em nosso país atrasado, ou disponível via um imposto e frete absurdo de importação. Esse site estava causando prejuízo em Hollywood, é isso? Não, mas a polícia, desde 2007 como a matéria diz, estava investigando. Vem cá, tráfico de drogas em São Paulo te diz alguma coisa? E a grande prostituição de menores em São José dos Campos? Foram três anos de investigação para enquadrar dois webmasters e uns designers. Vocês estavam investigando o quê? Vai na casa do cara e pronto, em 24h tá resolvido. É tempo sobrando, só pode!

    Em minha opinião, uma apreensão insana, feita por retardados. Evitem que seus filhos vejam os documentários, filmes e séries de qualidade “de graça” (na verdade não é, já que custeamos internet para baixar) e deixe-os ver as novelas e os “domingões” de nossa TV aberta, que prefiro chamar de estupradora de mentes. Isso aí, Brasil! Prendam os webmasters, deixa o tráfico pra lá que não tem mais jeito mesmo.

    Bando de hipócritas. TODOS já baixaram algum vídeo na rede. Vêem um monte de vídeos postados sem direito no YouTube, como clipes e shows, têm softwares piratas no PC, a começar pelo SO. Em suma, a maioria dos hipócritas nem sabe o que é uma licença, nunca leu um contrato, mas reprime que disponibiliza as coisas. Pobrezinho, PAGUE R$50 NUM DVD ORIGINAL QUE VOCÊ NÃO CONHECE ENTÃO! E SE NÃO GOSTAR? BEM, _ _ _ _ _ _ _ _ _ !!!

  13. Neni disse:

    Antes de comentar na notícia procurem se informar, não é porque a polícia prendem os responsávels por pirataria, que também é classificado como um roubo, já que está impedindo os criadores de ganhar o devido crédito pelo trabalho, como também acho que ninguém aqui trabalha de graça, né!?
    Voltando ao assunto, são unidades diferentes da polícia que fazem cada tipo de apreensão, não é pq prendem os pirateiros que vão deixar de prender quem está cometendo outros tipos de crime.

    Falaram de streaming né… você não deve ter noção da quantidade de processos que o Youtube tem! Você também não imagina o que a mídia japonesa já está agindo pelo Youtube, vários clipes, shows e programas estão sendo deletados, supostamente seria critério do site filtrar o que é postado lá… Se eles não checam isso, as consequëncias caem sobre eles… se não fizerem algo a respeito um dia vai fechar…

    Com relação a nunca acabar com a pirataria na internet, acham isso porque nenhuma medida antes foi tomada a respeito disso… Agora que as coisas estão sendo feitas, pessoas vão pensar duas vezes antes de cometer algum ato ilegal pela internet… Como muitos devem saber, existem cyber cops que ficam vigiando a internet, não é muito difícil fazer um algoritmo que busca sites de downloads ilegais automaticamente. Com o tempo, as pessoas vão começar a ter receio de postar as coisas… Acho que é esse o objetivo!

    Como falei antes, ninguém trabalha de graça, acho injusto baixar tudo pela internet, quando tem alguém trabalhando para fazer aquele material.

  14. Lucas Akira disse:

    Sinceramente, não será por esses meios que terminará o compartilhamento ilegal de conteúdo pela internet. E da forma que ocorre atualmente, nunca terminará. Não é mais questão de como acabar com isso, mas sim as produtoras se adaptarem ao novo público. Se agora as pessoas dão preferência a assistir uma série pela internet, porque a própria produtora não veicula por servidor próprio e lucra com isso? Nos nossos tempos, onde quase todos estão ligados à Internet, não tem porque não integrar esse aspecto também. Sem contar que muito material não chega em alguns países/estados e portanto deixam muitas pessoas sem contato sem ser pela Net.

  15. Luiza disse:

    Acho interessante as ações contra pirataria, porque qualquer artista – e não estou falando de produções massificadas e sem qualidade – sofre nesse país. Acontece que, a meu ver, prender os administradores de um site é perda de tempo, principalmente porque os caras disponibilizavam as mídias GRATUITAMENTE. Como muita gente já disse nos comentários anteriores, melhor seria se a APCM incentivasse as produutoras a baixar o preço das mídias originais.
    Ok, a prisão ocorreu. Mas e a Guarda Municipal comprando filme do camelô? EU JÁ VI. Acredito que nem precisem comprar, levam de graça, e provavelmente mais uma propina razoável pra fazerem vista grossa.
    Acho que o crime acontece a partir do momento em que você VENDE a obra que não é sua. Mas crime não é questão de ponto de vista.

  16. Willian disse:

    Eu acho que Pirataria de música é inevitável, pois as pessoas não comprariam um CD todo só por uma ou duas músicas. Mas, para filmes e seriados eu acho errado (ao menos que o filme não seja novo – 30 anos ou mais), por que todos os filmes e seriados, por mais que seja ruim, tem nas lojas para vender aquele box com as temporadas.
    Mesmo não gostando de pirataria eu entendo as pessoas que baixam, por que se você sair para comprar um origina NO BRASIL, não sai por menos de 40 reais um DVD, sendo que em outros países um DVD é muito mais barato.
    DVD de video-game nem se fala, um jogo “não muito bom” não sai por menos de 120 reais.
    Em relação a software, eu não gosto nem de comentar, por que antes eu só usava os melhores softwares do mercado e não pagava nada…mas, agora eu adotei uma politica diferente, eu só vou usar software OpenSource e Software Livre (Não é freeware), por que além de não está colaborando com a pirataria eu estarei usando softwares limpos de licenças de uso.
    É isso, eu acho errado pirataria, mas no país que estamos é difícil controlar, só irá melhorar se os preços abaixarem, caso ao contrário sempre vai existir DVD de Filme Pirata, DVD de Jogo Pirata, DVD de Serie Pirata e Software pirata…não software pirata sempre vai existir…não tem jeito. xD

  17. Pra mim a indústria tem que se adaptar à realidade. Em relação a música é só questão dos das gerações passadas saírem de cena (chata essa premissa, mas é a realidade) porque a nova geração independente de gravadoras já não se importa mais com o download. Usam isso para se divulgarem e ganham com shows. Os filmes eu ainda não sei como será, mas pelo menos séries se percebe que ja´estão passando para o modelo de propagandas em streamings na Internet, além é claro de poderem ganhar com a bilheteria dos cinemas. Mas quando tanta gente junta exige uma mudança, como se irá evitar? Tem que ser muito cabeça dura pra naõ perceber que a mudança é sem volta.

  18. Fernando disse:

    Ridículo!!

  19. Vinícius Azevedo disse:

    Ahh fala sério cara… o Brasil é um pais onde só tem merda mesmo… policiais tudo um bando de merdas querem mostrar serviço fazendo isso! Tanta coisa util pra fazer… e fica fazendo essas merdas… por isso eu odeio esse pais de merda!

  20. Geckodriver disse:

    Eu só queria saber de onde saem aquelas premiações de disco de platina no Brasil. Será que eles contam downloads também?

  21. Gabriele Menees disse:

    É, infelizmente a APCM disse mesmo que começaria a agir. Só que eu pasmo, num país que o indice de criminalidade e roubalheira é tanta eles se preocupam com gente que ao me ver traz cultura para a sociedade. Eu digo, livremente que baixo filmes, séries. Sou uma devoradora dessa tecnologia. E ai, vao me prender? Porque eu nao vendo pra ninguem, é pra consumo próprio. E os sites de armazenamento nao ganham NADA com isso!
    Bando de gente idiota, APCM infernal. Que venham os anos ditatorias novamente, né?

  22. Thiago disse:

    Pirataria é crime e Original é um ROUBO! Eu sou colecionador de dvds e de box de séries. Além de pagar caro, tenho que atuar um SERVIÇO PORCO das distribuidoras brasileiras. Me poupe né?!

  23. gi disse:

    porque eles não vão investigar os políticos? te garanto que o Brasil seria muito melhor se essa eficiência toda fosse usada pra algo realmente importante…

  24. Anonimo disse:

    Baixei Star Trek, a Série Clássica, com 3 temporadas. Pesquisei ANTES e cada box de uma temporada era R$ 129,00… Definitivamente absurdo, enquanto no site startrek.com OS PRÓPRIOS PRODUTORES as disponibilizaram de graça por streaming, porém não para o Brasil… Esse povo responsável pela anti-pirataria é que são os criminosos, em minha humilde opinião.

  25. Suissa disse:

    Pow mas qnd essas séries xegam legendadas no Brasil? Muitas nunca nem passam perto do Brasil. Ae enquanto rola mensalão e o caraleo a 4 e NINGUÉM É PRESO! Administradores de sites que liberam GRATUITAMENGTE conteúdo de natureza cultural são presos! OBRIGADO BRASIL! Com crtza um dois países mais atrasados do mundo.

  26. Maycon Almeida disse:

    Enquanto quem MATA esta solto pelas ruas, ficam investigando sites de pirataria… faça-me o favor. Formação de quadrilha? Estou rindo. Não baixa nada que não seja free na internet mais uma coisa é certa a pirataria na internet NUNCA vai acabar. +1

    Simplesmente ridiculo ¬¬

  27. andre disse:

    a policia devia ter mais o q fazer, ridiculo isto!!

  28. Danilo disse:

    Porque a policia nao mostra essa mesma vontade quando vai prender bandido??

    Hoje em dia se você roubar e matar, é mais facil sair impune do que se voce disseminar cultura.

    Onde fomos parar hein..

  29. Vini disse:

    Bom, o negócio é o seguinte: Ninguém trabalha de graça. Então, ou acaba-se com a pirataria, ou daqui a alguns anos, com o acesso em massa aos downloads, a indústria fonográfica e cinematográfica não vão mais investir em nada. Aí amigo, quem sabe se possa baixar vídeo do seu amigo do colégio…. Só vai sobrar isso mesmo.

  30. Maxion disse:

    Fala sério! A constituição brasileira está totalmente desatualizada em relação ao uso da internet no território nacional… Tenho plena convicção de que esta ação policial tem diretamente envolvido o interesse de uma minoria empresarial. Vergonha para juristas-políticos e o Brasil propriamente dito.

  31. Diego disse:

    puta falta de sacanagem..

    um site que nao tinha lucro, nao tem mias o que fazer essa policia?!

    os cara tava so fazendo divugação.

  32. Calinho Queluz disse:

    È se o site não arrecadava nada, mas NADA, com isso, acho foda prender os mano aih… agora tirar grana com a criatividade e o suor dos outros acho cabrero!!!

    pensamento meu…

    Porque o artista sempre ta numa busca incansável para melhorar sua obra, e muitas vezes não é reconhecido, e então a partir do momento que ele consegue ter uma visualização de seu trabalho, as pessoas copiam e tiram grana nas suas costas…. acho foda!!!

  33. Andre disse:

    @zeca

    Artigo 184 do Código Penal:

    Art. 184 Violar direitos de autor e os que lhe são conexos:

    Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa.

    § 1º Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente:

    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

    § 2º Na mesma pena do § 1o incorre quem, com o intuito de lucro direto ou indireto, distribui, vende, expõe à venda, aluga, introduz no País, adquire, oculta, tem em depósito, original ou cópia de obra intelectual ou fonograma reproduzido com violação do direito de autor, do direito de artista intérprete ou executante ou do direito do produtor de fonograma, ou, ainda, aluga original ou cópia de obra intelectual ou fonograma, sem a expressa autorização dos titulares dos direitos ou de quem os represente.

    § 3º Se a violação consistir no oferecimento ao público, mediante cabo, fibra ótica, satélite, ondas ou qualquer outro sistema que permita ao usuário realizar a seleção da obra ou produção para recebê-la em um tempo e lugar previamente determinados por quem formula a demanda, com intuito de lucro, direto ou indireto, sem autorização expressa, conforme o caso, do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor de fonograma, ou de quem os represente:

    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

    § 4º O disposto nos §§ 1o, 2o e 3o não se aplica quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos, em conformidade com o previsto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, nem a cópia de obra intelectual ou fonograma, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto.

    Fonte: http://www.abem.com.br/legis_cod.html

  34. Clayton disse:

    O titulo da material e sensacionalista. Só vi o post pelo titulo e me decepcionei.
    A promotoria vai ter que provar que eles lucram com o site. Para que possam se enquadrar na lei.
    A legislação permite pirataria, ela só não permite pirataria com o fim de lucro.

    E alem disso , quem compra baixa um filma da net, faz isso por que não pode comprar, seja por que não encontra para comprar ou pelo preço mesmo. E quem não têm dinheiro para comprar , não prejudica a indústria em nada.

  35. Micael Brito¬¬' disse:

    TOOOOOOOOOOOOMA!!!!!!!!!
    É bem feito!!!
    Isso mostra o nível de desonestidade do mundo, inclusive do brasileiro!!

  36. anonimo disse:

    A POLICIA NAO TEM OQUE FAZER,POQUE NAO VAI PEGAR BANDIDO AQUI ONDE MORO TA CHEIO DE GENTE QUE ROUBA E USA DROGAS E ELE NAO FAZEM NADA E AINDA MAIS ELE ACABA, USANDO AS COISAS QUE PEGAM DOS BANDIDOS HOJE EM DIA TA DIFICIL DESTINGUIR QUEM É CORRUPTO E QUEM FAZ COISAS CERTA PELO BRASIL,SE TA NA NET FOI ACHADO NA NET,MAS SE ELES PEGARAM E TAO FAZENDO COPIAS,AI JA É OUTRO CASO,MAS A POLICIA DEVERIA TOMAR VERGONHA NA CARA JA QUE ESSE POLICIAIS SO SABEM TOMAR CAFÉ E COMER COXINHA NO BARR BANDO DE SAFADOOOOOOOOOOOO0OOO0OOOOOOOOOOOO

  37. Ed Rodrigues disse:

    A Policia ainda investiga?
    Pelo amor de Deus
    se procurar no Google, você acha
    A polícia então se acha inteligênte usando a palavra “Investigando” e o pior ainda demora para solucionar.
    Chega
    Vão investigar políticos corruptos

  38. Andre disse:

    O titulo da material e sensacionalista. Só vi o post pelo titulo e me decepcionei.

    Não acredito que o título da matéria seja sensacionalista, pois ela condiz com o fato que aconteceu: a prisão dos responsáveis pelo site.

    A promotoria vai ter que provar que eles lucram com o site. Para que possam se enquadrar na lei.

    Embora eles não lucrassem com os downloads em si, a matéria da Folha diz que o site obtia lucros “a partir de doações, publicidade no site e a parte paga por “download premium”.

  39. Rosemberg disse:

    A lei é clara o artigo 184 do Código Penal e seus parágrafos (como postou o caro Andre) mostram que só o intuito de lucro direto ou indireto é crime, se a polícia provar que houve é legal a prisão. Agora no caso dos aplicativos P2P como emule, torrent e ect, que voce compartilha dados, não se caracteriza crime segundo a minha opinião e o que está escrito na Lei. Abraços

  40. Caio Pinto disse:

    Quero ver esse Micael Brito ser “100% honesto” ganhando um salário mínimo por mês… ¬¬’

  41. Andre disse:

    Se bem que vão lançar a nova lei de direitos autorais, que vai mudar algumas coisas. Em breve, um post sobre as mudanças. Aguardem.

  42. Pingback: keepgeek » Twitter Trends

  43. Branquito disse:

    O site é um lixo mesmo!
    Tem que tirar do ar essas caras que faz essas coisas ruins!!

  44. Pedro disse:

    Sou absolutamente contra a APCM e completamente a favor da distrubuição pela internet.Proibir isso, é o mesmo que, em época de fita k7, proibir de um amigo seu ir na sua casa assistir um vídeo ou copiar em sua fita. Eu acredito que o mercado deve se adaptar a algo que NÃO TEM COMO PARAR. Prender dono de site não adianta absolutamente nada, pois não é difícil achar outro lugar pra baixar o conteúdo que tinha nesse site. Eu acho que os esforços da polícia devem se concentrar em coisas mais importantes e urgentes. Vão fazer o que, bloquear a internet? Impedir acesso a alguns conteúdos como a china faz? APCM defende direitos de uma elite que ganha um dinheiro absurdo em cima do que vende. Se o preço dos produtos audivisuais fosse justo, não teria porque existir o que vocês chamam de pirataria. É tudo defesa de interesses.

  45. Pedro disse:

    Realmente, lucrar com algo que outra pessoa fez, é algo que deve ser punido. Mas não acredito que fosse o caso desse site e, se fosse, isso tem que ficar bem claro.

  46. Pedro disse:

    Agora, se uma pessoa compra um video ou obtém ele de forma gratuita, passar ele para outras pessoas é como “gravar uma fita k7 para um amigo”. Não há nada de errado nisso, na minha opnião.

  47. Marcio Etiane disse:

    Essa questao da pirataria é como o Tostines, ou seja tem pirataria por que é caro ou é caropor que tem pirataria? Bem depende da consciencia de cada um: eu por exemplo assitido toda a serie Jericho pela net e gosteintanto que assim que saiu em DVD comprei o orina, assim como fiz com Battlestar Galactica. Mas fiz isso por que para mim essas series sao cult ou sao como livros que um dia lerei novamente. Farei o mesmo com arquivo X, porem esta eu perdi muitos episodios pois no inicio só a Reecor exibia os episidio e nem sempre eram em sequencia ou na ordem cronologica correta. Agora imaginem só depender da Redeglobo para assistir uma série como arquivo X que durou nove temporadas. Imaginem as interrupcoes durante copa do mundo, olimpiadas e epocas de eleiçao, rsrsrs, sem condicoes…

  48. lise disse:

    fala sério, vão pegar assassinos e malditos foragidos.
    por acaso o departamneto de polícia vai pagar tv a cabo para mim? se forem me dar uma SKY ai sim está ótimo, nem todos tem condiçoes de pagar aula de inglês. vão se catar com código penal, vão trabalhar e deixar quem está trabalhando para nós, nos ajudando com as legendas em paz.

    porque não vão legendar e nos passar para baixar também? seria ótimo. a tv aberta não passa nada que preste, as séries começam e repetem sem terminar nem uma temporada.

    não concordo nem um pouco com esta ação. ele não matou niguém e não fez mal a ninguém. vão cuidar do caso Eliza e Mércia, quem fez mal a elas é que merece ser preso.

  49. renato disse:

    Vale observar que as acusações jurídicas são muito mais porque eles ganhavam dinheiro com o site exibindo banners, adsense, e vendendo contas de sites de hospedagem.
    Pirataria é crime, ganhar dinheiro com ela é agravante, mas compartilhar não é crime, e ai como a lei vai resolver?

  50. Gabriel Carvalho disse:

    A APCM não irá vencer esta guerra. Eles vão cair na real e vão perceber que não é assim que se faz, ou vão afundar de vez.

  51. Marcos disse:

    Pelo que eu saiba comercializar que é crime

  52. Larissa disse:

    Art. 184 do Código Penal: Violar direitos de autor e os que lhe são conexos:

    Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa.

    § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: (Redação dada pela Lei nº 10.695, de 1º.7.2003)

    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

    § 2o Na mesma pena do § 1o incorre quem, com o intuito de lucro direto ou indireto, distribui, vende, expõe à venda, aluga, introduz no País, adquire, oculta, tem em depósito, original ou cópia de obra intelectual ou fonograma reproduzido com violação do direito de autor, do direito de artista intérprete ou executante ou do direito do produtor de fonograma, ou, ainda, aluga original ou cópia de obra intelectual ou fonograma, sem a expressa autorização dos titulares dos direitos ou de quem os represente.

    § 3o Se a violação consistir no oferecimento ao público, mediante cabo, fibra ótica, satélite, ondas ou qualquer outro sistema que permita ao usuário realizar a seleção da obra ou produção para recebê-la em um tempo e lugar previamente determinados por quem formula a demanda, com intuito de lucro, direto ou indireto, sem autorização expressa, conforme o caso, do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor de fonograma, ou de quem os represente:

    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

    § 4o O disposto nos §§ 1o, 2o e 3o não se aplica quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos, em conformidade com o previsto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, nem a cópia de obra intelectual ou fonograma, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto.

  53. Roger disse:

    Hipocrisia.

    Compartilhamento de cultura não é crime. E tem coragem de apontar formação de quadrilha… É de rir!

  54. blackkwolfs disse:

    Hoje tiraram do ar o Legendas.tv. Agora fica a duvida…fazer uma legenda viola algum direito autoral? Se alguém pegou um filme em inglês e quis legendar isso é crime? Porque então não fecham os sites de torrent? Ou tiram as propagandas do Speedy do ar? Já que nelas você ouve “Com speedy você BAIXA musicas e videos muito mais rápido”. É muita ignorância achar que alguem vai assinar uma banda larga para apenas para acessar o Orkut.

  55. Andre disse:

    Fazer legendas também é considerado infração de direitos autorais, conforme podemos ver nestas matérias aqui: (um pouco antigas)

    http://tv.globo.com/Entretenimento/Tv/Noticia/0,,AA1681310-7175,00.html

    http://www.cinemaemcena.com.br/falandoserie/arquivo.asp?arquivo=26

  56. blackkwolfs disse:

    Matérias interessantes. Engraçado é “Segundo o responsável pelo departamento jurídico da Adepi (que representa estúdios de TV e cinema no Brasil), Clayton Jorge, a produção de legendas sem autorização do estúdio configura, sim, crime de violação de direitos autorais.

    “A legenda, em si, não é submetida à lei, mas a tradução sim. É preciso ter autorização do dono dos direitos para fazer isso”, explica ele, citando que a tradução de músicas também seria crime. ”

    Não vejo nenhum portal de letras de musicas traduzidas ser fechado, ou mesmo programas de rádio que traduzem a musica simultaneamente serem tiradas do ar.

  57. Pingback: O Mistério do Legendas.TV « Portal108

  58. Hipocrisia disse:

    A APCM já deveria ter aprendido com a RIAA, que li essa semana que havia gasto 16M com ação, advogados, etc., pra processar gente por pirataria, e só tinha ganho 300k e pouco.EU pago TV por assinatura. EU compro boxES originaIS de sérieS que eu gosto.Ora, se eu sou fã de uma série e PAGO um absurdo de TV por assinatura, logo, EXIJO que esse dinheiro me traga O QUE DEVE. Eu estou PAGANDO afinal de contas.Mas o que eu recebo é um serviço de baixa qualidade, cheio de falhas técnicas; 5 ou 6 canais HD, dos quais metade não me interessa; e as séries que eu estou PAGANDO o privilégio de ter acesso, chegam aqui todas atrasadas e com baixa qualidade.
    Por que, por exemplo, o Reino Unido que está lá na PQP, do outro lado do mundo, tem o privilégio de assistir CHUCK, a 3a temporada, logo que acaba nos EUA? Por que o BraSil, que está do lado de cá, muito mais perto, só teve o direito de COMEÇAR a ver agora no dia 12/07, pelo Warner Channel, que não tem HD, por sinal, e, que é afiliado à Warner nos EUA, que é quem produz a série a pedido da NBC? Pra ela é muito mais fácil distribuir para uma subsidiária DELA na América Latina do que para um “Virgin1” que fica do outro lado do mundo, não? A 4a temporada vai começar em 20/09 nos EUA (e Canadá respectivamente), e o Reino Unido já terá terminado a 3a, mas o Brasil acabou de começar!E por que o Canadá, através do CityTV, assiste JUNTO com os EUA?Estou usando Chuck apenas como exemplo, porque isso acontece com todas as séries. O maior progresso feito até o momento foi o AXN daqui que exibiu LOST com diferença de UMA SEMANA pros EUA. Mas o Canada viu no mesmo dia que os EUA.

    Por tudo isso aqui citado eu chego à seguinte conclusão: Quem está sendo ROUBADO somos NÓS que pagamos uma fortuna de TV por assinatura e recebemos LIXO pago; e também, sendo fãs, não deixamos de comprar os boxes originais.

    Agora, se eles acham que as pessoas vão sair comprando boxes originais SEM VER O CONTEÚDO, eles são mais estúpidos do que aparentam. Consumidor brasileiro não é ignorante ou alienado como eles pensam.

  59. FLAVIO disse:

    Só para esclarecer, fazer download de filme ou series não é crime. crime é obter lucro com tal download.O artigo 184 do Código Penal Brasileiro e regulamentações da Lei 9.610/98 são claros ao estabelecerem que cabe a perseguição penal apenas a quem viola direitos do autor e os que lhe são conexos, oferecendo ao público, com intenção de lucro, o material juridicamente protegido. Além disso, a própria Lei dos Direitos Autorais estabelece em seu artigo 46 que a reprodução para uso privado do copista não constitui ofensa aos direitos do auto

  60. FLAVIO disse:

    achei na net e resolvi postar, cuidado, fazer download não é crime, desde que vcs não obtenham lucro direto ou indiretamente.

    Hoje lendo o radinho, me deparei com a indicação de um texto muito bacana que o Manoel Almeida escreveu para o site Consultor Jurídico, ligado ao Estadão.

    Levantando a velha questão sobre pirataria no Brasil, o texto esclarece que, desde que a pessoa não obtenha lucro direto ou indireto com o ato, o download de livros, músicas e filmes regidos por qualquer tipo de direito autoral, ainda, não é crime no Brasil. O download é legal e não transforma a pessoa em um criminoso, uma tecla que certas associações insistem em bater.

    O que existe é a manipulação dos artigos do Código Penal Brasileiro atribuindo a indústria do entretenimento, bases legais “sólidas” para caluniar a população que freqüenta os cinemas, compra um DVD ou assiste a um programa qualquer de TV.

    Vou citar alguns trechos mais interessantes, mas o artigo Tabu pirata vale ser lido na íntegra.

    […]

    São comuns assertivas do tipo “é proibida a reprodução parcial ou integral desta obra”, “este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído”, “pirataria é crime”, “denuncie a falsificação”. É proibido, ainda, “editar”, “adicionar”, “reduzir”, “exibir ou difundir publicamente”, “emitir ou transmitir por radiodifusão, internet, televisão a cabo, ou qualquer outro meio de comunicação já existente, ou que venha a ser criado”, bem como, “trocar”, “emprestar” etc., sempre “conforme o artigo 184 do Código Penal Brasileiro”.

    Não é esta, todavia, a verdadeira redação do artigo. Omitem a expressão “com intuito de lucro”, enfatizada pelo legislador em todos os parágrafos (grifou-se):

    § 1o Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente: Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

    § 2o Na mesma pena do § 1o incorre quem, com o intuito de lucro direto ou indireto, distribui, vende, expõe à venda, aluga, introduz no País, adquire, oculta, tem em depósito, original ou cópia de obra intelectual ou fonograma reproduzido com violação do direito de autor, do direito de artista intérprete ou executante ou do direito do produtor de fonograma, ou, ainda, aluga original ou cópia de obra intelectual ou fonograma, sem a expressa autorização dos titulares dos direitos ou de quem os represente.

    § 3o Se a violação consistir no oferecimento ao público, mediante cabo, fibra ótica, satélite, ondas ou qualquer outro sistema que permita ao usuário realizar a seleção da obra ou produção para recebê-la em um tempo e lugar previamente determinados por quem formula a demanda, com intuito de lucro, direto ou indireto, sem autorização expressa, conforme o caso, do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor de fonograma, ou de quem os represente: Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

    § 4o O disposto nos §§ 1o, 2o e 3o não se aplica quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos, em conformidade com o previsto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, nem a cópia de obra intelectual ou fonograma, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto.

    Tanto o objeto da lei é “o intuito de lucro”, e não simplesmente a cópia não autorizada, que CDs, VCDs, DVDs ou VHSs mesmo originais não poderão ser exibidos ao público sem autorização expressa do titular do direito.

    […]

    Contrario sensu, é permitida a cópia integral de obra intelectual, sem autorização do detentor do direito autoral, desde que não se vise lucro, seja direto, seja indireto, mas é proibida a cópia não autorizada, mesmo parcial, para fins lucrativos. Assim, não comete crime o indivíduo que compra discos e fitas “piratas”, ou faz cópia para uso próprio; ao passo que se o locador o fizer poderão configurar-se violação de direito autoral e concorrência desleal.

    […]

    As campanhas anti-pirataria são cada vez mais intensas e agressivas e os meios de comunicação (muitos dos quais pertencentes aos mesmos grupos que detêm o monopólio sobre o comércio e distribuição de músicas e filmes) cumprem seu papel diário de manter a opinião pública desinformada.

    Nenhum trecho de livro poderá ser reproduzido, transmitido ou arquivado em qualquer sistema ou banco de dados, sejam quais forem os meios empregados (eletrônicos, mecânicos, fotográficos, gravação ou quaisquer outros), salvo permissão por escrito, apregoam a Associação Brasileira de Direitos Reprográficos (ABDR) e as editoras. De fato, na quase totalidade das obras impressas, o leitor depara-se com avisos desse tipo:

    Todos os direitos reservados, incluindo os de reprodução no todo ou em parte sob qualquer forma. Nenhuma parte desta obra poderá ser reproduzida ou transmitida por qualquer forma e/ou quaisquer meios sem permissão escrita da Editora.

    Novamente, não é o que a legislação estabelece. O artigo 46 da Lei dos Direitos Autorais impõe limites ao direito de autor e permite a reprodução, de pequenos trechos, sem consentimento prévio. E o parágrafo quarto, acrescentado pela Lei n° 10.695 ao artigo 184 do Código Penal Brasileiro, autoriza expressamente a cópia integral de obras intelectuais, ficando dispensada, pois, a “expressa autorização do titular”:

    Não constitui crime “quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos” nem “a cópia em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto”.

    […]

    O ápice, até o momento, dessa verdadeira Cruzada antipirataria foi atingido com a campanha mundial da Associação de Defesa da Propriedade Intelectual (Adepi) divulgada maciçamente nas salas de cinema, fitas e DVDs (inclusive “piratas”). Embalado por uma trilha sonora agitada, o video clip intercala diversas cenas de furto com as seguintes legendas: “Você não roubaria um carro”. “Você não roubaria uma bolsa”. “Você não roubaria um celular”. Sempre inquieta, a câmera flagra diversos furtos simulados, finalizando com atores furtando uma locadora e comprando filmes de um camelô, imagens que antecedem a acintosa pergunta: “Por que você roubaria um filme?”. O silogismo é barato e a conclusão, estapafúrdia: “Comprar filme pirata é roubar. Roubar é crime. Pirataria é crime!”.

    Repita-se: comprar filme pirata é conduta atípica. E mesmo se fosse crime, não seria “roubo”. As cenas da própria campanha, conforme dito, são simulações pífias de furtos, não de roubos. Na definição do Código Penal Brasileiro, em seu artigo 157, roubar é subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça, violência ou outro meio que reduza a possibilidade de resistência da vítima.[4]

    A premissa “comprar filme pirata é roubar” é despida de qualquer sentido e de fundamentação legal, tratando-se de propaganda falsa, caluniosa e abusiva, sujeita a sanções do Conar[5] e persecução criminal. Veja-se os arts. 138 e 37 do Código Penal e do Código de Proteção e Defesa do Consumidor, respectivamente:

    Calúnia: Art. 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime: pena – detenção, de seis meses a dois anos, e multa. § 1º – Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.

    […]

    O compartilhamento de arquivos entre internautas, sem fins lucrativos, ainda não é crime no Brasil, mas pode vir a se tornar, dados o poderoso lobby e as pressões políticas e econômicas internacionais, principalmente dos EUA e Reino Unido, onde usuários já são julgados por downloads não autorizados.

    No Brasil, anualmente, a pirataria causaria prejuízo aos cofres públicos na ordem de R$ 160 bilhões[8], e a União dos Fiscais da Receita (Unafisco) calcula que o fim da pirataria representaria a criação de até 2 milhões de empregos no país. Não se sabe a metodologia adotada e que permitiu chegar-se a esses resultados. Afinal, a base de cálculo é o que o comércio ilegal arrecada ou o preço do produto original cuja venda teria sido prejudicada? Ora, o simples fato de um comprador optar por um produto inferior não significa que ele pagaria dez vezes mais pela marca original, caso não tivesse opção. Portanto, o que os piratas lucram não é necessariamente o que a indústria perde. Os respectivos públicos são de classes bem distintas.

    Mas se depender de entidades como a Adepi, em breve o desavisado que exercer sua liberdade de escolher um produto acessível poderá ser preso em flagrante, acusado de receptação, simplesmente por usar a imitação de alguma grife famosa ou por vestir a réplica da camisa oficial de seu clube preferido.

    Mas em que pesem as falsificações de ambas as partes, é inegável a necessidade de tutela dos direitos autorais. São evidentes, entre outros, tanto o dano causado pela usurpação de um nome em cópias de má qualidade quanto o que sofre o autor cuja obra é fielmente reproduzida, mas sem que lhe seja dado o devido crédito.

  61. Ricardo disse:

    Eu nem ia me dar o trabalho de postar minha opinião mas não consegui me conter.

    Realmente fico indignado com o sujeito que vem me dizer que “não é justo a pirataria”, pois eles precisam receber, pq ninguem tarabalha de graça, etc.

    É muito fácil fazer esse tipo de comentário quando se nasce em uma familia abastada,onde R$ 40,00 em um DVD de filme nem fazem falta.

    Agora lembre-se que você mora em um país onde o salário mínimo é R$ 50,00. Agora me diga, 10% de um salário em um filme de 2 horas é pouco? Pra você talvez, mas pra outros….

    Dica: ao invés de ficar defendendo um lado que não precisa de defesa (afinal o lucro deles, mesmo em tempo de “vacas magras” pode pagar os melhores advogados).

    Agora li em uma resposta sobre a geração de empregos. Isso nem pode ser estimado porque com certeza está gerando empregos em outras áreas. Afinal assinamos internet banda larga não é para ficar em chat ou conversando no MSN, temos ai os instaladores, as operadoras de telemarkting, e um monte terceiros. Aposto que essas pesquisas PARCIAIS nem contabilizam esses números.

    Não vou nem entrar no mérito do imposto, que é rídiculo nesse país e ninguém vê o retorno, mas ao invés de fazer algo contra, prefere usar suas energias para dizer que não é justo a pirataria….

  62. Fabio disse:

    Mas a matéria não comentou o principal. Eles foram presos porque estavam lucrando com os seriados. Entao nao tem por que se preocupar quem baixa e carrega filmes e seriados na internet. Nao pode é lucrar com isso, né?
    Os que foram presos tinham um esquema de contas premium, acesso restrito conforme pagamento, vendiam DVDs, também ganhavam pelos banners que tinha no blog…
    É bem diferente de quem pega e carrega na WEB este material de graça.

  63. PIRATAS disse:

    Acho isso lamentavel, monte de ladrão ai fora fazendo merda. E eles procurando pessoas que disponibilizam series pra baixa. Simplesmente ridiculo. Vão procurar quem tá fazendo crime mesmo!!

  64. JeanK: agradeça sabe a quem? A pirataria. Não estou fazendo apologia, apenas relatando uma realidade: É a “concorrencia” da pirataria que faz os preços dos DVDs atingirem esses patamares, e não só isso, é a pirataria que faz a indústria se reinventar toda hora. Saímos de um padrão que durou décadas que foi a TV convencional de baixa resolução para mudanças rápidas e constantes, Stereo, Digital, Bluray, 3D, em poucos anos se evoluiu muito mais que em décadas. Só pode ser para manter as pessoas consumindo os novos formatos, que por serem mais pesados continuam mais difíceis de se baixar e rodar em computadores.

  65. Além disso, já é falado até na grande mídia por analistas que a pirataria de músicas é que proporcionou esse aumento no número de shows de grandes artistas aqui no Brasil que tem havido nos últimos anos. Eles não ganham mais tanto com vendas de CDs, então tem que fazer mais shows ao vivo para o público. Apoiando ou naõ a pirataria, realidade é realidade e esses pontos merecem ser notados.

  66. Digo, grandes artistas internacionais.

  67. “Acerca do mercado musical nós deveríamos comemorar que um artista precisa fazer 200 shows a mais para sobreviver?”

    Sinceramente acho positivo sim. Porque alguem deveria gravar uma música um dia e ganhar fortunas com ela pro resto da vida no bem bom? Dinheiro deve vir de trabalho.

    “E acerca de shows internacionais eu não tenho visto muito por aí. Você tem?”

    Mais do que nunca! Se informe melhor!

    “Não tem dinheiro para comprar o CD vai pagar R$ 200,00 pelo show (por conta das malditas carteiras de estudante)?”

    Você se engana se acha que o problema está no preço das coisas. Música em arquivos é questão de evolução tecnológica. É muito mais cômodo acessar um site que tem todas as músicas do planeta a sua disposição do que enfrentar trânsito para ir a uma loja de discos, procurar, e não encontrar o que procura, ou mesmo esperar chegar pelo correio. A música pela Internet flui com muito mais velocidade e com muito menos atrito do que nunca antes, e hoje um celular pode conter o equivalente a centenas de CDs sem necessidade de carregar nenhum volume a mais.

  68. “E deixe-me adivinhar: Você as compra pela internet?”

    Eu estou discutindo um fenomeno mundial. O que eu faço não vem ao caso. Mas acho que no mundo da Internet restrições vão sempre perder para aquilo que não oferece atritos. No Brasil nem loja de música na Internet decente existe, e acredito que mesmo a iTunes nos EUA vai acabar entrando em declínio em breve, pois as pessoas veem cada vez menos SENTIDO em pagar por um arquivinho que baixa em uns poucos segundos e que por vezes está até mesmo embutida como música de fundo em sites por aí (eis aí aonde entra a questão do tamanho do arquivo, quanto menor, menos atrito, menos sentido em pagar).

  69. Jantonio disse:

    Tudo é crime.. tudo é crime.. se não fosse a internet metade dos filmes, series, programas e musicas.. que lançam não seriam nem conehcidos..

    Se prenderem todos que baixam coisa filmes e musicas da net vão ter transformar o brasil em cadeia

  70. Luiz disse:

    Se um site disponibiliza séries legendadas gratuitamente, como que quem produz vai perder algo? Se 99% das séries nunca chegam na televisão brasileira, se não fosse por essas pessoas que fazem as legendas, não poderíamos assistir muita coisa. Exemplo de LOST, se não fosse baixando pela internet, teríamos que esperar 1 ano até a Globo passar…eu não acho isso justo. Se as emissoras estão incomodadas com audiência, elas que tratem de melhorar os serviços.

  71. Andre disse:

    Complementando o que o JeanK disse, hoje há vários fatores que corroboram para o aumento da pirataria: além de o imposto sobre CD no Brasil ser de 25%, as gravadoras ficam com a maior parte dos lucros obtidos pelos artistas na venda dos discos e, em alguns casos, também nos shows o que, por si só, já é um desestímulo. Um ponto interessante é a Sony, que briga internamente, pois é tanto uma gravadora quanto uma fabricante de dispositivos de mídia.

    Isso leva muitos artistas a lançarem trabalhos independentes, como foi o caso do 9 Inch Nails, hoje encerrado.

    Como tudo que existe, ou as gravadoras se adaptam à nova realidade ou vão ter que fechar as portas.

  72. “Acerca da inexistência de lojas de música decentes, desta vez foi você que talvez não tenha se informado melhor.”

    Só na da Som Livre encontrei UM POUCO do que procurei, ou seja, não são o que eu chamo de “decentes”, e mesmo assim, a R$ 2,50 a faixa musical, mais indecente ainda.

    “Porque pagar por uma coisa se você a pode ter de graça?”

    Também acho. E põe de graça nisso pois um arquivo musical é baixado em poucos segundos. Nem mesmo o atrito do tamanho do arquivo existe. Quem vai ver sentido em pagar se é tão fácil ouvir, ao invés de umas poucas músicas pagas, uma de cada vez, coleções inteiras, em ordem randomica, da forma como quiser? É isso que enfatizo: a falta de sentido em pagar por algo tão cada vez mais “volátil” quanto a música em arquivos tem se tornado dado seu cada vez mais ínfimo tamanho relativo.

    Você pode esperniar, dizer o que quiser, mas o fato é que não tem mais volta.

    “Voltamos a questão de não termos o porque celebrar por um artista fazer 200 shows a mais: O Show deveria ser metade da renda de um artista. A venda de sua produção musical deveria ser a outra metade.”

    O caso não tem mais volta. O que tem é que ver quais são as alternativas. E uma sugestão que dou: porque não cobrar de quem ganha dinheiro com a sua música, como bares e boates, por exemplo, liberando logo para o consumidor final?

    “Continuaria criando mesmo não ganhando nada com isto?”

    Esse argumento eu acho bobo. Mesmo sociedade indígena produz música. Eu naõ tenho o menor medo desse tipo de previsão “apocalíptica” pois é certo que o ser humano em hipótese nenhuma irá parar de produzir música, jamais, sejam quais forem as circunstancias. E se o fato da música ser de graça tornar a música menos “comercial”, ou seja, menos porcaria de má qualidade que sabemos que é feita apenas para vender muito durante modismos passageiros que tanto vemos por aí, acho que tem esse outro lado positivo. Que faça música quem tem prazer por música, não quem só pensa em dinheiro!

    “Talvez a este fenômeno seja o tradicional “Complexo de Robin Hood”, ou seja, roubar de rico pode.”

    Meu caro, quem é rico continuará rico só de fazer shows e vender buginganga pra fãs, não tenho dúvida disso.

    “O que falta neste probleminha é que o falta num monte de outros probleminhas que fazem do mundo um lugar desagradável: Consciência.”

    Eu acho sua discussão completamente inútil. O fato de música no fufuro ser gratuita é um caso encerrado, não tem volta mais. O que tem que dicutir é como se adaptar, quais alternativas para se ganhar o pão de cada dia com música nesse futuro inevitável, e não se música será gratuita ou não, pois isso já está fadado a acontecer.

  73. “Agora me falar que o artista recebe pelas suas criações o que deveria ser pago é balela. ”

    Concordo. Principalmente porque as tais gravadoras, que são cada vez mais inúteis, sempre exploraram os artistas até o talo, repassando uma merreca do que lucram. Não sou eu que to falando não. Inúmeros artistas assumem isso.

  74. “Ou seja, até dá para ser politicamente correto de graça.”

    Pois é… o caso eu acho que já é faz tempo de se questionar quais são as alternativas, não se se devia baixar ou não.

    A indústria tem que se adaptar, pois repito que no meu ver é uma questão tecnológica, e não se pode querer barrar o avanço tecnológico. Isso não é possível nem correto.

  75. A questão pra mim é tecnológica.

    Antes de existir a gravação, não tinha como vender faixa musical gravada, obviamente. Artistas dependiam exclusivamente de realizarem shows para poder ganhar dinheiro, pois não existiam faixas gravadas.

    O surgimento dos métodos de gravação de som, possibilitaram vender faixas musicais, e como ninguem tinha em casa meios próprios para copiar, todo mundo era OBRIGADO a comprar.

    Hoje, há formas ultra-fáceis e cada vez mais faceis de se copiar gravações, então POSSIBILITOU uma nova forma de se consumir arquivos musicais.

    Eu pergunto: O QUE HÁ DE “CERTO” OU “ERRADO” NESSAS COISAS???

    O conceito de certo e errado foi INVENTADO por nós conforme necessidades e POSSIBILIDADES.

    As possibilidades MUDARAM MAIS UMA VEZ, como mudaram no passado quando a gravação de sons foi possibilitada.

    Então temos que outra vez ADAPTAR as coisas, a forma de ganhar dinheiro.

    Não é o consumidor que está errado. São as possibilidades que mudaram. A realidade mudou. Só a indústria da música gravada que ainda não quis ver isso!

  76. A propósito, se o dono do site em questão ganhava dinheiro diretamente com a música que copiava, eu sou a favor de se derrubar o site. Teria que julgar direito, eu nem conhecia esse site, mas o que quero dizer é que dependendo do caso eu sou a favor sim de se proibir.

  77. E pode ter certeza absoluta de que, na época em que a gravação de sons foi inventada, inúmeros críticos e artistas foram contra a idéia, talvez por exemplo por achar que ninguem precisaria mais tocar nada, já que a máquina “toca e re-toca sozinha”, ou seja, os que viviam de shows devem ter ficado morrendo de medo de não terem mais como ganhar dinheiro porque A REALIDADE DELES era shows, eles não conheciam ainda o território novo da música gravada, não sabiam como iriam ganhar dinheiro se não precisavam mais tocar para serem ouvidos. Pense nisso.

  78. Andre disse:

    Os comentários do usuário JeanK foram removidos devido a uma solicitação do mesmo.

  79. Vieira disse:

    Se a tv aberta não fosse tão manipulada pela elite e se não tivesse essa porcaria de programação, se trocamos de canal parece que os programas são iguais, se passassem algo mais interessante, que ensine a população e não que que de algo pronto. Só que estou reparando que isso ja esta mudando aos poucos, esta cada vez mais facil ter tv por assinatura os preços delas estão cada vez mais caindo (tv aberta você esta com os dias contados), mas ainda assim o futuro é a internet, as tv ja estão perdendo espaço para ela, se as empresas não conseguem controlar a pirataria então disponibilize os donwloads com o comercial ja inserido no seriado, assim eles iriam ganhar muito mais dinheiro pois iria atingir muito mais pessoas e acabar com a piratária. Nós estamos cada vez mais e mais na era do grátis.

    • Andre disse:

      Depois de, ontem, enquanto esperava o começo de CSI, eu vi, no Jornal da Record, uma reportagem com a banda NX-Zero e um dos integrantes vestia uma camiseta com a palavra FUCK, eu concordo plenamente com você. Mandei um e-mail para o Jornal da Record e estou esperando a resposta, a qual publicarei aqui na íntegra.

  80. Camilla Geber disse:

    Essa é uma das coisas mais ridículas que já vi. Aceitar doações não é o mesmo que exigir dinheiro pra fazer downloads. O site não tinha objetivo lucrativo, já que poderíamos acessá-lo e baixar qualquer conteúdo completamente de graça, diferente de muitos outros que eu já procurei pela internet, que mantêm uma página de segurança antes do download, em que você é obrigado a cadastrar seu celular em um tipo de promoção (paga), para poder baixar. Além da organização e quantidade incrível de conteúdo do site. Essa gente, ao invés de prender quem realmente precisa, as verdadeiras quadrilhas (em muitas vezes, eles mesmos), querem fazer uma palhaçada em cima de um pessoal que só nos ajuda a ter acesso à cultura, sem custos.

    IDIOTAS!

  81. Gabriel disse:

    Ainda os sites que “obrigam” a cadastrar o celular, o cadastro é gratuito…eles utilizam desse meio para poder proteger que outras pessoas utilizem o link deles, ou seja, pessoas que tem um site mas que somente “roubam” conteudo dos outros.

    Subir um filme da trabalho, ainda mais um de boa qualidade.

    Eu não sei como conseguiram prender eles, afinal…eles podem alegar zilhões de coisas a favor. Não acredito que eles ainda estão presos, são da minha cidade.

    1º – segundo o artigo 184 (que dizem que violaram) que foi criado provavelmente bem antes da internet ser popular, só julga em crime aquele que obtém lucro em cima da obra de outra pessoa. Exatamente, eles não obtiam lucro em cima da obra, eles poderiam ter o lucro que for, mas não era “em cima” da obra de ninguém, já que todo o conteúdo era disponibilizado gratuitamente.

    2º – Doações? Acho que isso não é necessário nem realizar um comentário: Quando receber doações for crime, me avisem! Doa quem quer. Cuidado, igrejas.

    3º – Banner publicitários? Credo…se for assim 90% dos donos de site da internet deveriam ser presos. E outra, não há crime nisso. Propaganda é legal (de legalidade)!

    Querem minha opnião? Inveja, esses caras da APCM não ganham nem metade que os donos do brazil-series, ficaram incomodados com isso e prenderam os caras. E para finalizar, não estou me contradizendo, falando que eles ganham dinheiro. Pq? pq eles ganham dinheiro com seus anúncios no site e doações e não VENDENDO DOWNLOADS!

    Não conheci o site, mas se em algum momento eles venderam algum download, me desculpem, não sei. Do contrário a APCM perdeu 2 anos de seu tempo.

  82. Gabriel disse:

    Continuando do post anterior. O artigo 184 como ja citado anteriormente diz que crime é caracterizado por parte de qm obtem lucro direto ou indireto na pirataria.

    Bom, agora é uma coisa de se pensar, não sou advogado, mas tenho um pensamento:

    1. Lucro direto não era, pois eles não vendiam nada.

    2. Lucro indireto? Talvez? Bom ai é de se pensar pq o lucro não era baseado nas publicações do site (downloads) e sim nos banners publicitário, que não tem ligação alguma com as obras “pirateadas”.

    3. É possível alegar que eles não sabiam que isso era crime? Bom, não sei…ignorância acho que não pode ser alegado já que o rapaz possuia phd.

    Uma defesa competente resolve o problema deles.
    Uma defesa extraordinária ainda consegue uma indenização por danos morais, já que ser preso realmente afeta a moral de qualquer pessoa.

  83. Gabriel disse:

    Por favor algum advogado se identifique e responda pra mim, grato!

  84. Chuck disse:

    Isso é um absurdo… eles oferecem o conteúdo pra baixar e não pra pessoa baixar e revender… é simplemente para assistir e no MÁXIMO gravar pra se quiser ver denovo!! Eu sempre baixei coisas da internet e vou continuar baixando! Não faço isso pra lucrar nada! Faço apenas para ver o que eu não posso (por falta de tempo) ver na TV. É um absurdo se preocupar com pirataria na internet!!! Pra mim… pirataria é quando a pessoa baixa da internet… E REVENDE!! Isso sim é pirataria! Eles nao tinham lucro nenhum com isso!! Se o governo quer realmente acabar com a pirataria seja na internet ou nas ruas experimentem ACABAR com muitos impostos por ai que encaressem o preço dos DVD’s tanto de música como de filmes e series!!! Se o preço for 10 ou 15 reais mais barato que no camelô eu compraria na loja COM CERTEZA!!! Na loja, obviamente, temos garantia do produto, mas os preços são absurdos!! Prefiro de 5 em 56 anos gastar 50/100 reais num aparelho de dvd novo do que 60/70/80 ou até meso em caso de jogos 300/500 reais, quando no camelô acho por 10/50 reais!!! Na internet então nem se fala, porque pela internet É DE GRAÇA!!!
    Não vou nem mencionar o que já foi tão mencionado ai em cima quanto aos BANDIDOS soltos por ai e se preocupam tanto com pirataria!!! SE PARAREM UM POUCO PRA PENSAR… BEM OU MAL MOVIMENTAM A ECONOMIA (eu por exemplo se não fossem os camelôs ou a internet não teria metade dos jogos que tenho nem filmes nem seriados!!! E não uso isso pra fins lucrativos apenas para ver assistir e jogar) enquanto badidos MATAM gente por ai!! Ficar sentadinhos em frente a uma cadeira tomando conta de quem “faz pirataria” na internet é mole ne? Quero ver ir pras ruas e dar a cara a tapa pra prender bandidos. Politicos corruptos também é outra robam tanto!! QUE MORAL ELES TÊM PRA DIZER QUE ISSO É ILEGAL?? Pelo amor de Deus ne?? Isso aqui é o PAÍS DA PIZZA!!!!
    Só me resta agora achar outro site pra baixar os seriados com a mesma qualidade!! Ainda me dão trabalho!!
    Abraço a todos e boa sorte pros adm do site BRAZIL-SERIES!!
    Se alguém tiver algum site bom pra baixar seriados e filmes por favor me enviem pro meu e-mail: fabio-terra@bol.com.br

  85. F. Jordan disse:

    Se querem combater a pirataria, tudo bem. Eu só não entendo porque a polícia “BRASILEIRA” não começa com a de conteúdo “BRASILEIRO”. Os EUA são desenvolvidos e seu povo é orgulhoso, ninguém lá vai notar ou agradecer o que a nossa eficiente polícia fizer por eles, então a prioridade devia ser outra. Talvez o ocorrido seja uma forma de repressão imposta pela APCM para privilegiar mídias brasileiras na difusão audiovisual, afinal, com tantas opções de excelente qualidade, as mentes um pouco instruídas certamente não escolheriam tv brasileira. Esse evento, sem dúvida, disseminará o medo entre os piratas, porém não os fará desistir, e sim, proteger a própria localização — atualizar o site usando proxies ou ip em comodato, optar pela hospedagem internacional (obrigando a polícia a entrar em contato com o domínio para solicitar o rastreamento, e se tratando leis completamente diferentes seria, no mínimo, improvável a colaboração) e, é claro, mais cuidado com Orkut e Twitter.
    FIKADICA!

  86. CCA disse:

    Streaming é uma forma de distribuir informação multimídia numa rede através de pacotes. Ela é frequentemente utilizada para distribuir conteúdo multimídia através da Internet. Em streaming, as informações da mídia não são usualmente arquivadas pelo usuário que está recebendo a stream (a não ser a arquivação temporária no cache do sistema ou que o usuário ativamente faça a gravação dos dados) – a mídia geralmente é constantemente reproduzida à medida que chega ao usuário se a sua banda for suficiente para reproduzir a mídia em tempo real (ver underflow). Isso permite que um usuário reproduza mídia protegida por direitos autorais na Internet sem a violação dos direitos, similar ao rádio ou televisão aberta.

  87. Erik disse:

    ISSO É UMA VERGONHA!!!!!

    Tanta coisa pra se preocupar, tantos problemas internos pra se resolver, e esse país ainda coloca essa questão, que na minha opinião é direito nosso, em primeiro lugar.

    O Brasil precisa mudar isso..!

  88. anonimo disse:

    é incrivel como no brasil tem safado tanta coisa seria para se investigar no brasil e se preocupam com sites de compartilhamentos e o povo não faz nada e outra para que pagar mais de 100,00 de dispesa com internet se não ter nada para baixar se tirar os downloads muita gente vai até vender os pcs porque não vai ter mais utilidade vamos voltar para a idade da pedra até parece que alguem vai comprar um box de seriados pelo preço absurdo e outra se o camarada tiver que comprar ele vai comprar com ou sem download disponivel para se ter a serie com qualidade melhor mas como no brasil tudo é mal planejado vamos então ao encontro da regressão

  89. Bruna disse:

    Se essa porra desse imposto no Brasil não fosse tão absurdo, ninguem precisaria baixar, comprar pirata, etc!!

    maass, nossos queridos governantes precisam andar de iates e comprar fazendas, dai nós temos q pagar 500% em cima de um produto!!!

    Ridíiiculo! ficar colocando a culpa no sintoma, e naum na causa do problema!!

    seus fdp!!

  90. PAULKING disse:

    Se eles querem prender bandidos, é só cercar Brasília.
    A maior concentração de canalhas, ladrões, piratas, corruptos etc…etc…etc… do planeta.
    Falei !

  91. Jhonny disse:

    bando de filho da puta qem fez isso o site dos caras eh um otimo meio pra qem qer assistir series, me diz uma coisa quando essas series sai em dvd aqi no brazil me diz se todo mundo tem condiçoes de comprar a merda de um dvd de 50 conto??
    Nao eh todo mundo q tem condiçoes de comprar n mermao, bando de safados de merda olha pros policiais de vcs seus lixos sao tudo ladrao corrupto, federal, militar, ciivil, agente de transito, todos q trabalhan com a lei roubam tudo safado

  92. wellington disse:

    Uma coisa é certa quem comete pirataria tem que ser preso mesmo e ir pra "sabem onde" mais tem um porem pirataria é quando vende um produto com direitos autorais e se lucra com isso, e quem baixa da internet e utiliza por benifico proprio sem lucro nenhum e esclui do compudador o arquivo não pode ser adaquadamente um pirata rsrsrs uma coisa é certa eu não vejo o porque excluir sites de manga e desemhos japoneses "animes" pois o lucro dos desenhos japoneses as empresas ja tiverão e continuam tendo lucro de qualquer geito, agora seriados americanos e filmes de lançamento ae sim deve-se ficar de olho nisso pois é awe que eles vende a verdadeira pirataria para estes nogentos comprarem suas porkarias…. agora deixem OS ANIMES EM PAZ POIS É TUDO FEITO POR FÃNS quer um exemplo ? quando estas pessoas compra estes animes eles comprão diretamente original e sem legenda e com isso eles mesmo fazem as proprias legendas e sempre divulgão diretamente no anime que é proibido a venda do anime e que fazem de fãns para fans agora quem vender anime para voces e lucrar com isso awe sim é pirataria afff…

  93. nao enche disse:

    comprar um servidor e instalar no meio do deserto do Irãn !!!
    hahahahaaaaaaaaaa Crime ? pra quem ?
    no Irã ninguem vai
    aki não é meu, esta no irã ! hihihiiiii
    Demagogos boçais

  94. Anonimo disse:

    Vao invadir uma favela, garanto que la vao achar muito mais criminosos..

  95. Gilmar disse:

    Pô cara, eu acho muito errado esse negocio aí de prender os cara morô? Pô, eu frequenava o site aquele tosa sema e de repenete a policia fecha? ah não, isso aí não pode!

  96. Pingback: Como NÃO fazer uma campanha antipirataria | keepgeek

  97. Ibanez disse:

    Pessoal q ta reclamando do trabalho da policia e defendendo a SOCIALIZAÇÃO do conhecimento. Que tal usar a internet para divulgar o trabalho de vcs. Vc podem fazer seus próprios filmes, softwares, músicas e livros e disponibilizar aqui para gente! A internet continua Livre, não vamos inverter as coisas!

    Sobre uma fala que teve aqui:
    "A indústria tem que se adaptar, pois repito que no meu ver é uma questão tecnológica…"
    A adaptação da indústria pode ser vista nesse caso, é Ilegal tb baixar conteúdo de pedofilia da net, apesar de ter por ai(free). Aí entra a polícia para ir atraz do pessoal e colocar a lei para funcionar.

  98. Eduardo F. Jr. disse:

    exagero é apelido… enquanto o brasil cobrar preços absurdos por produtos originais, tratando da pirataria de um modo geral, a pirataria nunca vai acabar. Ou o governo revisa os impostos sobre esses produtos ou o destino é mesmo a pirataria. E que me perdoe a polícia mas com o sistema de transferência p2p, sites são cada vez mais desnecessários. Mas a polícia do brasil não me surpreende, pegar peixe pequeno é sempre fácil.

  99. Sei lá disse:

    Rs, eu acho engraçado eles se darem ao trabalho de prender alguem por transmitir cultura, visto que aqui no brasil cultura é cara, muito cara. Pagamos impostos altíssimos, coisa de país de primeiro mundo, e continuamos a ver pessoas passando fome, doentes, com necessidade de saneamento básico e moradia. E sei lá cara, quando eu entro na internet e vejo uma reportagem dessas, me dá vontade de entregar um saco de arroz na mão de cada sujeito desse e falar pra eles que eles estão mudando o país pra mais fazendo isso, e não pra menos, procurando gente que transmite cultura. Original é roubo, puro roubo. Peguem o exemplo de um dvd que custa em torno de R$74,00. Quando este entra no comércio brasileiro, passa a valer R$150,00. E não é brincadeira isso. Procurem no site da ACLAME e vocês verão.

    O que o governo não entende (ou finge não entender) é que os brasileiros não vivem somente de emprego e a novelinha das 8. Essa era jaz, poucas pessoas querem se alienar a televisão por uma novela. House é muito mais interessante e divertido. E pra você assistir house na TV paga, aí vem os milhares de impostos, e mais impostos. Não adianta nada o governo pegar 100% de você e te retornar 10%. Não vai mudar nada. Quem criou essa cultura de recorrer a pirataria foi o próprio governo, pois quanto mais caro o preço dos originais e menores os salários, as pessoas recorreram aos produtos pirateados a fim de encontrarem o que procuravam: Satisfação em obter o produto. Satisfação em obter conhecimento. Satisfação em obter cultura. Pirataria tem seus lados ruins, mas eu acredito que num pais aonde te negam necessidades fisiológicas e cultura, algumas regras deveriam ser esquecidas por hora a bem da comunidade.

    Eu realmente fico triste em saber que um dos melhores sites de seriados se foi. Pode existir outros milhões por aí, mas esse foi um ótimo site. Baixei muito house nesse site e nunca teria essa possibilidade se não fosse a pirataria. Pirataria divulga também, não é tão ruim. É um espaço de divulgação. Quantas bandas não fizeram sucesso depois da pirataria? Quantas bandas não se tornaram famosas depois da pirataria? Como diz o Bruce Dickinson : "Comprar um dvd pirata é a mesma coisa que ter um dvd pornô. Você pode até ter as imagens, mas nunca vai ter as mesmas sensações se estivesse ali na cama com a pornstar." Nós sabemos que infelizmente, não poderemos patrocinar os nossos artistas, atores e atrizes comprando um dvd pirata(O que eu acho muito chato, você estar vendo uma obra e saber que não pode ajudar de verdade àquelas pessoas que a fizeram). Mas muitas vezes, é a única opção.E mais, se você tem o link sendo que você não montou o arquivo, só te torna um compartilhador. Não um pirateador. Compartilhar não é crime.

    Como disse o Suissa: "Com certeza um dois países mais atrasados do mundo."

  100. germano disse:

    auahuahuahuaha, formação de quadrinha OAHEIUHEAOIUHEA!

  101. Shaka disse:

    Mano tem q piratiar mesmo, pow.. DVD original eh maior facada… ngm pirateia no exterior pq eh preço de banana… agora aki no brasil sempre vai existir pirataria.. -.-'

  102. Ivinne disse:

    Sinceramente, só fazem isso porque esses caras do Brazil Series tão fazendo os peixes grandes que produzem seriados ganharem menos. Mexeu no bolso de gnt rica, num instante eles resolvem de prender. O problema do Brasil é que não se tem prioridade em nada. Enquanto nós não temos educação de qualidade, existem filas quilométricas nos hospitais públicos e um horror de malandro no meio da rua, eles gastam milhões de reais numa festa de final de ano, por exemplo. Insisto: primeiros as necessidades básicas de um país (educação, saúde, segurança, infra-estrutura), depois a gente resolve o resto. Querem construir um prédio começando do segundo andar… Garanto que eles não fazem uma operação pra prender quem pirateia o CD do Zezinho da Sanfona.

  103. Anderson disse:

    Pessoal vou levantar a seguinte questão:
    O que foi feito em relação ao BrazilSeries foi ridiculo!!!!!

    Pra mim Estes policiais não conseguem prender os bandidos e assasinos, ai vão atrás de quem não faz nada de grave!

    O nosso Brasil é assim por idiotas como esses que perdem tempo com coisas insignificantes em vez de ir atrás do que realmente faz mal para a sociedade!

    ESSA PRISÃO DEFINITIVAMENTE FOI UM ATO INFELIZ E RIDICULO!!!!

  104. sem nome disse:

    Que a APCM vá se f……………. Acho que deveria todo mundo em peso parar de comprar produto caro e até mesmo de assistir, ouvir, usar por download TUDO que fosse superfaturado ou anti-compartilhamento. TODOS estariam mais felizes.

  105. Ernesto disse:

    Como são eficientes! Descobriram tudo no orkut e twitter! Nunca tiveram a curiosidade de pesquisar no google, por exemplo! Isso não lembra algumas ditaduras não muito distantes, nas quais é proibido o acesso a "materiais subversivos e imperialistas" ? Sem falar que não há concorrência na oferta de tv paga nessa roça desse país! Inclusive têm o discaramento de transmitir séries com um ano de atraso mesmo na caríssima e desrespeitosa tv por asinatura! Quem tem tv paga sabe do abuso e descaso com que tratam o assinante. Basta ter um problema. A tv aberta, então, uma maravilha! Aquelas séries da globo e novelas, Galvão, Sílvio Santos, etc., o mesmo desde quando era criança (hoje tenho 41). Sincero, quem defende a ação dessa eficiente polícia é no mínimo um idiota apreciador do horário eleitoral gratuito! Aposto que se fosse um site de programas cubanos ou de propaganda bolchevique como a "tv Chaves" da venezuela ou ilusões vermelhas, ninguém ia ser preso. País ridículo. Onde a maioria dos atores já morriam de fome, ao lado de outros artistas (músicos, escritores, artistas plásticos muito antes de qualquer pirataria. Acordem: há coisas muito piores a acontecer.

  106. Fernando disse:

    A polícia trabalhando por encomenda.

  107. rodrigo disse:

    Ridículo, querem comprara o BRASIL aos EUA, "NUNCA" vão puxar o saco do Obama gente, faça-me o favor please !

  108. Asa disse:

    Só um ponto… pq será que o Brasil é tão atrasado? Exatamente porque as autoridades querem que o rebanho assista Faustão, novela, Malhação, gugu, cidade alerta entre outros…
    O objetivo é o mesmo da era Getulio, educação zero, cultura massificada de manipulação.

    Daqui a pouco vão agir sobre os livros disponibilizados na rede tbm, pois é cultura, e no Brasil só ricos tem direito de acesso à cultura.

  109. jeferson disse:

    tanta coisa pra se preucupa como por explo policia prende ladrao mas nao o recptador porq nao prender os q fizeran daw

  110. Fernanda disse:

    AAAHHHHH
    Prender quem tá aí cometendo pedofilia na internet adoidado não prendem não ne?!?
    Super legal a justiça brasileira!!! ¬¬

  111. Roh-BA disse:

    (Rindo) Fexou esse? Legal! Mas jájá abre outro!!! Além do mais, porque vou comprar sèrie cara, dvd caro, ou assinar tv fexada e cara pra ter acesso as series ki tanto gosto, se posso tê-las de graça e na hora em ki eu kiser??? Tempo perdido prender os caras!!! E nao serve de exemplo não, soh de indignação. Pq o ki eles (policia) deveriam star fazendo, nao fazem!!!

  112. Eu... disse:

    Oooo pais de meerda mesmo. Digita o nome de alguma série no google pra ver se não busca um milhão de links para download também, agora vão la prender os donos do google…
    E outra, duvído que pelo menos um dos policiais que fizerão a apreensão não tenha um cd pirata em casa.
    Isso é Brasil.

  113. EDU disse:

    RIDICULO ISSO QUE FIZERAM… A MAIORIA DESSAS SÉRIES FAZ SUCESSO NO BRASIL, NAS TVS A CABO, VENDEM OS BOX NA INTERNET AOS MONTES, GRAÇAS A ESSES SITES DE COMPARTILHAMENTO… AS EMISSORAS DE TV ABERTA TAMBÉM SÓ TROUXERAM ESSAS SÉRIES AO BRASIL GRAÇAS AO SUCESSO QUE ELAS FAZEM ENTRE AS PESSOAS QUE BAIXAM OS ARQUIVOS… QUEM NUNCA BAIXOU UMA MÚSICA MP3, NUNCA COPIOU UM CD DE UM AMIGO, NUNCA ASSISTIU UM DVD COPIADO, NUNCA BAIXOU UM FILME DIVX, ETC QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA… TEM UM MONTE DE GENTE CRITICANDO QUE ESTÁ USANDO PC COM VÁRIOS SOFTWARES PIRATAS…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s